Pesquisar este blog

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Novo espaço público: o antigo Canecão se chamará Arena Minerva de Música e Arte

 

Transcrevo matéria  do Centro de Memória Institucional da UFRJ.

"UFRJ inicia retirada de mobiliário do antigo Canecão rebatizada de Arena Minerva de Música e Arte, casa terá atividades no próximo ano

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) iniciou nesta terça, 4 de junho, a retirada de bens do imóvel onde funcionou a casa de shows Canecão. Durante as próximas semanas, a universidade vai deslocar mesas, cadeiras e outros objetos, abandonados pelo antigo ocupante, que dificultavam a reforma do local para um galpão da Cidade Universitária, no Rio.

De acordo com a direção do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, responsável pela gestão do espaço, parte dos objetos poderá tornar-se patrimônio da UFRJ e outros materiais poderão ser doados para instituições sem fins lucrativos.

Com o nome provisório de Arena Minerva de Música e Arte, o novo espaço vai promover atividades acadêmicas, culturais, científicas e musicais. Agora equipamento público, preservará o lugar como referência cultural no Rio de Janeiro.

Atualmente, o imóvel passa por reformas no telhado, ao custo de aproximadamente R$400 mil, e ganhará até o fim do ano letreiros novos, destacando o local como patrimônio público da cidade.

Desde 2010, quando conseguiu reintegração de posse do espaço de sua propriedade, a UFRJ foi designada como fiel depositária do mobiliário que agora será retirado.

Em maio desse ano, uma decisão do juiz Walner de Almeida Pinto, da 14ª Vara Federal do Rio de Janeiro, garantiu à universidade o pleno uso do local, que há mais de quarenta anos foi originalmente destinado para atividades acadêmicas e de cunhos científico e cultural.

Após recursos a essa última decisão da justiça, impetrados pelo antigo ocupante, a UFRJ obteve a posse e autorização para definir o uso dos objetos.

Agenda para o verão de 2014

No início do próximo ano, o Fórum de Ciência e Cultura abrirá as atividades da Arena Minerva com uma sala de cem lugares, batizada de Café Universitário. Substituindo o local então conhecido como Canequinho, o espaço será dedicado a pocket shows, saraus e pequenas apresentações artísticas. Posteriormente, será aberto o auditório maior.

Atualmente, o Fórum negocia com o Instituto de Arquitetos do Brasil a elaboração de um concurso cultural que irá escolher o novo projeto arquitetônico do imóvel. A nova estrutura vai integrar a Esquina Carioca de Arte, Ciência e Cultura, complexo que reunirá a Arena Minerva, a Casa da Ciência da UFRJ (em funcionamento) e a Casa da Cultura, que abrigará no espaço onde funcionava uma casa de jogos a Editora e a Livraria da UFRJ.

De acordo com o Plano Diretor UFRJ 2020, o complexo terá ainda um centro de convenções, estacionamento subterrâneo e um hotel escola para abrigar visitantes e participantes de eventos científicos no local.

Espaço ainda tem salas lacradas

Desde que conseguiu a reintegração de posse do imóvel, a UFRJ era obrigada a manter salas lacradas, de conteúdo desconhecido. Somente esta semana, quando serão finalmente retirados os lacres, a universidade poderá conhecer e determinar o destino dos objetos que estiveram sob sua guarda nos últimos três anos.

Entretanto, ainda serão mantidos no local um conjunto de 150 poltronas, penhoradas pela Justiça do Trabalho para pagamento de dívidas trabalhistas, e três aparelhos de ar-condicionado, penhorados pela Justiça Fazendária.

 Foto: William Santos - CoordCOM - UFRJ"
Postar um comentário