Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Canção de amigos

Professora Doutora Inês de Almeida Rocha


Amanhã, dia 4 de maio,  a partir das 18 horas, no Museu da República, será lançado o livro   Canções de amigo: redes de sociabilidade na correspondência de Liddy Chiaffarelli Mignone para Mário de Andrade, da professora doutora Inês de Almeida Rocha. É uma publicação da Quartet, com apoio do Museu da República e da FAPERJ .

Este lançamento se reveste para mim como a ir visitar um bebê que acabou de nascer . Do mesmo modo desejo sucesso e longa vida. A autora,  com que tenho a alegria de poder compartilhar uma amizade rica de muitas trocas de conhecimento, deu a seu personagem, Liddy, o reconhecimento merecido através da análise de suas cartas para Mário de Andrade.

As cartas traduzem as emoções de Liddy frente a muitas passagens de sua vida, entremeadas por uma música ora suave, ora triste, ora célere, que não existe no texto, mas que perpassa a mente do leitor, ao tomar conhecimento de passagens íntimas da vida deste personagem.

Atrevo-me a ver, ante os olhos, os saraus realizados na casa de Liddy, como se pudesse, realmente recordá-los, se os tivesse vivido. É assim a escrita de Inês, transporta o leitor ao tempo do personagem investigado e permite que o personagem se apresente e seduza o leitor.

 Pude acompanhar este texto durante o tempo de sua confecção, nós duas e outros amigos fizemos parte do grupo de pesquisa da professora Dra. Ana Christina Venâncio Mignot, nossa orientadora e amiga, no PROPED/UERJ. Foi um texto burilado pelas inúmeras fontes a que Inês recorreu e a pesquisa da estrutura epistolar que, como bolsista, Inês pode desfrutar na Universidade de Alcalá, na Espanha. Por isso teve a chance de, junto a Agustin Escolano, seguir trilhas que percebemos sutis, no texto apresentado. 


Segundo palavras da própria autora |: "A correspondência de Liddy Mignone e Mário de Andrade constitui o objeto deste trabalho, que busca refletir sobre o circuito de sociabilidade no qual ela estava inserida e de que forma o convívio que manteve com intelectuais e músicos de seu tempo se reflete nos trabalhos desenvolvidos por ela em Educação Musical.  O tratamento histórico das fontes de pesquisa - a correspondência, os manuscritos e as publicações da educadora - possibilita pensar sobre as práticas pedagógicas de um período e contribuir para pesquisa em História da Educação Musical no Brasil."

Esse é um daqueles livros que não podem faltar na estante de quem estuda História da \Educação!
O lançamento será complementado por música, muita música, como convém a autora, professora de Música do Colégio Pedro II e pesquisadora do Arquivo Nacional, e a sua personagem, Liddy Chiaffarelli Mignone. 

Você não pode perder!




Postar um comentário